Parte do plano de Deus

Olhar para as genealogias da Bíblia não é, propriamente, o passatempo preferido dos cristãos. A genealogia de Jesus que encontramos em Lucas 3 possui setenta e seis nomes, trinta e oito dos quais não aparecem em nenhum outro lugar da Bíblia. Há nomes difíceis de pronunciar e alguns parecem vindos diretamente dos filmes «Guerra das... Continuar Lendo →

Ligados à corrente

O batismo de Jesus é um dos momentos mais incríveis da sua vida. Jesus está no rio. Há uma fila de pessoas que querem ser batizadas por João, que neste momento é o centro de todas as atenções. Uma longa fila de pecadores que vêm para ser batizado, mostrando que têm consciência que precisam ser purificados... Continuar Lendo →

Simplicidade

Richard Foster, em Celebração da Disciplina, lança-nos o desafio de se viver à luz de 10 princípios reguladores da simplicidade: i) comprar as coisas por sua utilidade e não pelo estatuto que conferem; ii) rejeitar qualquer coisa que crie dependência; iii) criar o hábito de dar coisas, de desacumular; iv) recusar ser dominado pela propaganda dos fabricantes de quinquilharias electrónicas; v) aprender a... Continuar Lendo →

Lugar de comunhão

A Ceia é um sinal visível da união com Cristo. Porém essa união só acontece através da ação do Espírito Santo. Que fique claro, a mesa do Senhor não é um local de descriminação, é um local onde os pecadores são convidados a tomar contacto com a sua indignidade. A mesa  é um local onde Judas... Continuar Lendo →

Um sinal visível da graça invisível

Sabem quantas vezes aparece a palavra «sacramento» na Bíblia? Nenhuma! Porém, como Igreja Reformada, os sacramentos são essenciais na forma de vivermos a Fé. Como Igreja reformada defendemos que só há Igreja onde se encontram as chaves que nos permitem vivenciar de forma clara o Reino de Deus que já foi inaugurado por Cristo. Essas chaves são... Continuar Lendo →

A Santa Ceia é um mandamento

Quando pegamos na Bíblia e olhamos para a Santa Ceia, temos de ter noção que o que aconteceu na primeira Ceia foi diferente do ritual que hoje temos no primeiro domingo de cada mês. Aquela foi a primeira Ceia com significado cristão. Foi a primeira vez que Jesus identificou o pão com o seu corpo e o... Continuar Lendo →

A Pedra de Tropeço

No texto de Mateus 16:13-20, encontramos Pedro a reconhecer quem é Jesus e Este a proclamar que sobre a proclamação de Pedro, que Jesus é o Cristo, o Filho do Deus vivo, iria edificar a sua Igreja, a Assembleia dos que são seus.  Depois de ouvir essas palavras, Pedro foi surpreendido pelo pensamento trágico do sofrimento e... Continuar Lendo →

A missão de Jesus

Ao chegar ao capítulo 16 de Mateus é possível constatar que Jesus tem feito coisas extraordinárias. Ele ensinou o povo sobre quem é o Pai, curou os doentes, fez o surdo ouvir, o cego a ver e até ressuscitou os mortos. Porém, nada disso era a sua missão. Eram apenas sinais que indicavam o final... Continuar Lendo →

Sobre esta pedra

Temos de compreender o que significa ser Igreja no contexto de Mateus 16:13-20 para compreender o alcance da afirmação emblemática de Jesus a Pedro. Os discípulos estavam em Cesareia de Filipe com o Mestre, mas para eles a palavra Igreja não fazia qualquer sentido porque não existiam igrejas. Eles nunca ouviram falar de uma Igreja... Continuar Lendo →

É Jesus que edifica a Igreja

Não é uma mera hipótese que Jesus edifique a sua Igreja. Por vezes olhamos para a afirmação de Mateus 16:18 como se fosse uma hipótese probabilística. Porém, esta é uma promessa de Jesus ao povo de Deus. Quando o passamos a seguir Jesus como discípulos, se cremos que Jesus é o Filho do Deus vivo,... Continuar Lendo →

WordPress.com.

Acima ↑